limeiranoticias.com.br

Com ampliação de vagas e investimentos, Rede Estadual de Ensino volta às aulas nesta quarta-feira

fevereiro 21, 2024 | by limeiranoticias.com.br

Tempo integral possui 11 mil vagas a preencher; reformas de escolas totalizam investimento de R$ 313 milhões

Cerca de 178 mil estudantes voltam nesta quarta-feira (21) às aulas nas 349 unidades escolares da REE (Rede Estadual de Ensino) nos 79 municípios de Mato Grosso do Sul.  Uma das novidades deste ano é o Estado ter alcançado a marca de 100% dos municípios com oferta de turmas de ensino em tempo integral – são 210 escolas, ou seja, 60,34% da rede.

O avanço no ensino em tempo integral significa a abertura de 48,6 mil vagas para a modalidade, sendo que 37,3 mil estudantes estão matriculados em tal. Assim, há ainda a possibilidade de que 11,3 mil novos estudantes sejam matriculados no ensino em tempo integral. No ano passado eram 166 escolas com tal oferta e 29,6 mil estudantes atendidos.

“Antecipamos uma meta que era para ser cumprida até 2026, e conseguimos já a partir deste ano ter pelo menos uma escola ofertando ensino em tempo integral em todos os municípios de Mato Grosso do Sul”, enfatiza o governador Eduardo Riedel ao comentar um dos fatores de avanço da educação sul-mato-grossense.

Além do ensino em tempo integral, as escolas estaduais passam a ofertar em 2024 vagas para o Ensino Fundamental. A ação ocorre em regime de colaboração com os municípios, com 25,4 mil vagas do 1º ao 9º em turmas de tempo integral e parcial – 9,1 mil e 16,3 mil, respectivamente. Somente em Campo Grande foram 6 mil novas vagas.

Ao todo, 35 municípios contaram com a abertura de vagas extras no Ensino Fundamental, oportunizando assim um desafogo para tais municípios, podendo eles focarem em vagas para a educação infantil. Considerando somente o Ensino Fundamental I, foram abertas 4.181 vagas (parcial e integral). Já para os  4º e 5º anos, foram abertas 3.121 vagas na rede estadual.

Escolas reformadas

Em dezembro passado, o governador Eduardo Riedel se reuniu com todos os secretários e chefes de fundações e autarquias para avaliação anual dos contratos de gestão. O resultado foi extremamente positivo com a execução de 92% dos projetos propostos no começo do ano. Na educação, não foi diferente.

A SED (Secretaria de Estado de Educação) executou 98% das atividades previstas, com programas de sucesso como o MS Alfabetiza, ampliação de escolas em tempo integral e reformas das unidades. Em 2023 e no início de 2024 o Governo de Mato Grosso do Sul investiu R$ 313 milhões em reformas, tanto gerais como parciais.

Até aqui, 64 unidades escolares já foram concluídas, e 125 escolas com intervenções em andamento. Elas recebem desde readequações nas redes hidráulica e elétrica, passando por obras de acessibilidade e pintura, e até completo recondicionamento do prédio. As atividades não atrapalham o retorno dos estudantes.

“Uma unidade reformada, com ambiente moderno, traz benefícios diretos no ensino e aprendizado. Estas intervenções proporcionam aos estudantes um melhor ambiente de aprendizado e aos nossos professores e servidores as condições para desenvolver com excelência o ensino”, destaca o secretário estadual de Educação, Hélio Daher.

O chefe da pasta também aproveita para agradecer aos profissionais que tiveram que se adaptar em outros espaços, para reforma das escolas.

Kits, uniformes e tecnologia

Cada estudante da rede estadual receberá neste ano letivo dois uniformes, que teve mudança no modelo. Além desta novidade, outra é que em 2024 cada servidor administrativo – que atua nas 349 unidades da rede – receberá três uniformes (camisetas polos). A medida faz parte das ações de valorização da educação com qualidade e do trabalho dos profissionais da área.

Com relação aos kits escolares, eles serão três tipos, com itens pensados para cada etapa atendida na REE. Ao todo, são 189.560 kits, com investimento de R$ 13,7 milhões. A logística de entrega dos kits e uniformes já está sendo realizada. A entrega deve se estender durante o mês de março, considerando a complexidade de cada local do Estado.

Quanto a tecnologia em sala de aula, um dos trunfos do modelo de educação adotado pelo Governo de Mato Grosso do Sul, foram investidos R$ 2,5 milhões na aquisição de 54 kits de robótica, garantindo assim a qualidade de aprendizagem. Fora isso, 11 escolas já receberam lousas digitais e outras 170 serão entregues em 15 escolas do interior.

As unidades contempladas ficam em Amambai, Bela Vista, Bodoquena, Corumbá, Campo Grande, Dourados, Jardim, Paranaíba, Paranhos, Ponta Porã e Rochedo. O valor total do investimento é de R$ 9 milhões, oriundos de emenda parlamentar destinada ao fomento da educação sul-mato-grossense.

Capacitação

Por final, desde o dia 5 de fevereiro os profissionais que vão atuar nas escolas estaduais do Estado estão ativos, já exercendo as atividades do ano letivo. Uma delas é a jornada informativa DPE 2024 (Diálogos e Planejamento Educacional de 2024), que visou o desenvolvimento focado em encontros projetados para fortalecer o trabalho pedagógico nas escolas.

O DPE 2024 teve como escopo a integração dos conhecimentos e experiências dos diferentes segmentos da comunidade escolar, com o objetivo de desenvolver e integrar práticas pedagógicas e institucionais, além de promover o engajamento profissional. Essa iniciativa é considerada crucial para a educação estadual.

Adersino Junior, Comunicação SED
Nyelder Rodrigues, Comunicação Governo de MS
Foto de capa: Bruno Rezende
Galeria 1: Bruno Rezende
Galeria 2: Arquivo/SED

RELATED POSTS

View all

view all