limeiranoticias.com.br

Prefeitura está com edital aberto para Programa de Incubação na Mário Covas – CGNotícias

fevereiro 21, 2024 | by limeiranoticias.com.br

Quem sonha em participar de um programa de incubação já pode se inscrever para a seleção do Programa Municipal de Incubação de Empresas (PROINCUBAÇÃO) da Prefeitura de Campo Grande. Publicado nesta quarta-feira (21) no Diogrande, o edital para o programa do ano de 2024, fica com as inscrições abertas até 2 de novembro, quando se encerra o prazo de entrega do Plano de Negócio Simplificado e dos documentos exigidos.

Podem participar microempresas, empresas de pequeno porte e cooperativas, em fase inicial, ou seja, com no máximo 12 meses de existência formal. Para participar da seleção, o candidato deverá anexar a documentação que comprove as exigências legais descritas no edital.

A empresária Cristhiane Vicente Nantes Santos, da Queijaria Vó Zilda, já participou do processo e conta um pouco da sua história. “Fazer queijo sempre foi coisa de família para a gente. Uma tradição! No começo as peças eram produzidas na chácara dos meus pais, entregávamos cerca de 15 quilos por semana, mas logo a produção passou para 100 quilos e em seguida para 300 quilos. Com o aumento da demanda, procuramos a Prefeitura de Campo Grande e entramos na Incubadora Municipal. Chegamos produzindo 5 tipos de queijos, hoje são mais de 16”.

Dentre tantas inovações, a Queijaria Vó Zilda já participou de concursos em outros estados que comprovam a qualidade e o sabor do queijo sul-mato-grossense, diante de queijarias tradicionais pelo país.

Se você também sonha em crescer, o edital está com 10 vagas abertas imediatas, mais 10 vagas de cadastro reserva. O número de aprovados poderá ainda ser igual ou superior ao disponível, já que poderá ocorrer novas chamadas, caso haja disponibilidade de vagas durante a validade do resultado do edital.

As vagas para Incubação Residente serão destinadas exclusivamente para a Incubadora Municipal Mário Covas, já que as demais incubadoras estão em reforma. A incubação nesta modalidade compreende quatro etapas de implantação, de desenvolvimento, de consolidação e de graduação.

O secretário municipal de Inovação, Desenvolvimento Econômico e Agronegócio, Adelaido Vila, explica que no local os incubados terão acesso a capacitações nas áreas de gestão, pessoal, tecnologia, mercadológica, financeira, jurídica e de sustentabilidade, oferecendo, também, possibilidades de acesso a provedores de serviços profissionais e a investimentos.

“Na fase de pré-Incubação o empreendedor recebe apoio na análise e aperfeiçoamento do Plano de Negócio Simplificado apresentado à Comissão Técnica (Banca Avaliadora) e acompanhamento e desenvolvimento do Perfil Empreendedor. Já os admitidos terão acesso aos serviços realizados na Sala do Empreendedor e ao suporte técnico, como capacitações, treinamentos, consultorias e assessorias”, conclui.

Importante frisar que os incubados terão um pequeno custo, mensal, pelo uso do espaço físico, individual ou compartilhado, ou de facilidades e serviços básicos de infraestrutura e de serviços auxiliares de capacitação, treinamento, consultoria e assessoria. Os valores variam entre R$ 177,91 a R$ 918,72, conforme o tempo de incubação e o tamanho do espaço utilizado. Em caso de prorrogação do prazo de incubação, os valores podem ser reajustados, a partir do 37º mês de incubação, em até 30%, conforme publicado em decreto.

Para saber mais como empreender, inovar e gerar oportunidades através da incubação acesse o Diogrande, n.7.393, publicado nesta terça-feira (21), e veja todas as regras para se tornar um incubado, o link para inscrição pode ser acessado aqui https://forms.gle/tpcX5g227HccdJrGA.

RELATED POSTS

View all

view all