limeiranoticias.com.br

Prefeitura do Rio inicia no sábado a nova operação do BRT Transbrasil e da Avenida Brasil – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

março 29, 2024 | by limeiranoticias.com.br

Os veículos que utilizarem as faixas exclusivas do corredor Transbrasil terão que reduzir a velocidade perto das estações – Reprodução

A Prefeitura do Rio inicia, a partir de sábado (30/03), a nova operação do corredor de BRT Transbrasil, com paradas em todas as estações e calha de segregação. Está programada para ocorrer das 10h às 15h todos os dias da semana, com tempo médio de viagem estimado em 40 minutos. Outra novidade é a implantação do novo sistema de controle integrado da Avenida Brasil, que permitirá reduzir os congestionamentos na via e o número de acidentes.

Por meio da Secretaria Municipal de Transportes (SMTR), da Secretaria de Infraestrutura e da Mobi-Rio, o BRT Transbrasil passa a operar com todas as suas 17 estações, com o início do serviço parador entre o Terminal Deodoro, na Zona Oeste, e o Terminal Intermodal Gentileza (TIG), na Zona Portuária.

– A faixa exclusiva dos BRTs tem um limite de velocidade de 60 km/h. Porém, na altura das estações, todos os veículos que circulam por ali devem reduzir a velocidade para 40 km/h. Teremos fiscalização eletrônica e também haverá um aviso aos motoristas por meio de placas. Porque essa é uma área de ultrapassagem do BRT, que vai sair da pista da esquerda para a direita, ultrapassando o ônibus que estiver parado na estação. Então, para aumentar a segurança viária, todos os ônibus, táxis e veículos de serviço que estiverem na seletiva terão que reduzir a velocidade para 40 km/h – destacou a secretária municipal de Transportes, Maína Celidonio.

Com 26 quilômetros de extensão e dois terminais, o corredor expresso Transbrasil atravessa 18 bairros, e tem previsão de transportar 250 mil pessoas por dia até 2030. Este é o quarto corredor de BRT implantado na cidade, ampliando o sistema de transporte de alta capacidade, que já opera com os corredores Transoeste, Transcarioca e Transolímpica.

– Esses novos serviços do BRT da Transbrasil, nesta fase experimental, estarão sempre rodando das 10h às 15h. A linha 60 é a que estará realmente inaugurando a Transbrasil, porque ela liga o Terminal Deodoro ao Terminal Gentileza, e vai parar nas 17 estações do corredor Transbrasil – disse a diretora presidente da Mobi-Rio, Claudia Secin.

Além do serviço parador, também no sábado terá início a operação da calha segregada do BRT na Avenida Brasil. Isso implica na delimitação da faixa da esquerda da seletiva, exclusiva para os BRTs, por meio de segregadores. Já a faixa da direita da seletiva poderá ser utilizada por ônibus, veículos de serviço e táxis.

Essa regra vale para todos os dias da semana. Para garantir a segurança na ultrapassagem dos BRTs expressos nas proximidades das estações, a faixa seletiva será segregada com tachões. Em trechos de calha única, apenas ônibus e BRTs serão permitidos.

– As duas faixas claras da esquerda são apenas para ônibus, BRT, táxis e veículos de serviço. Nas duas faixas mais escuras de asfalto, à direita, todos os demais veículos poderão circular. Na aproximação das estações teremos lombadas eletrônicas, que já estão instaladas e serão ligadas a partir de sábado. Todo o trecho da seletiva estará muito bem fiscalizado, a invasão será punida. Obviamente, a gente não deseja isso e pede a colaboração dos motoristas –  afirmou o presidente da CET-Rio, Joaquim Dinis.

Linhas de BRT que irão circular na Transbrasil

A partir de sábado (30/03), o serviço parador do Transbrasil será realizado pela linha 60 (Terminal Gentileza x Terminal Deodoro), com embarque e desembarque nas 17 estações do corredor. Com esta, serão três linhas de BRT circulando pelo Transbrasil.

Atualmente, já estão em operação no corredor a linha 80 (Terminal Gentileza x Penha) e 90 (Terminal Gentileza x Fundão). Oriundas do BRT Transcarioca, essas linhas também começarão a fazer embarque e desembarque nas estações da Transbrasil. Pela Transbrasil também já circula o serviço exclusivo que liga o Terminal Intermodal Gentileza ao Aeroporto Internacional Tom Jobim, que permanecerá expresso.

 

Linha 60 (Terminal Gentileza x Terminal Deodoro – parador) 

Horário: todos os dias, das 10h às 15h

Locais de embarque e desembarque: Terminal Gentileza, estações INTO, Vasco da Gama, Benfica, Fiocruz, Hospital de Bonsucesso, Baixa do Sapateiro, Rubens Vaz, Piscinão de Ramos, Marinha Mercante, Lobo Júnior, Mercado São Sebastião, Cidade Alta, Vigário Geral, Irajá, Fazenda Botafogo, Jardim Guadalupe, Guadalupe e Terminal Deodoro.

 

Linha 80 (Terminal Gentileza x Penha – parador)

Horário: todos os dias, das 10h às 15h
Locais de embarque e desembarque: Terminal Gentileza, estações INTO, Vasco da Gama, Benfica, Fiocruz, Hospital de Bonsucesso, Baixa do Sapateiro, Santa Luzia, Cardoso de Moraes, Olaria, Ibiapina e Penha.

 

Linha 90 (Terminal Gentileza x Fundão – parador)

Horário: todos os dias, das 10h às 15h
Locais de embarque e desembarque: Terminal Gentileza, estações INTO, Vasco da Gama, Benfica, Fiocruz, Hospital de Bonsucesso, Baixa do Sapateiro, Maré e Terminal Fundão.

 

Serviço executivo Terminal Gentileza x Galeão – sem paradas

Horário: todos os dias, das 6h à meia-noite

 

Terminal Gentileza passa a receber mais cinco linhas de ônibus municipais

A partir de sábado, também terá início a operação de mais cinco linhas de ônibus municipais dentro do Terminal Intermodal Gentileza. São quatro linhas novas e uma com itinerário estendido do campo de São Cristóvão para o terminal. Com isso, ele passará a ser ponto final de 15 linhas de ônibus urbanos municipais.

Novas linhas municipais em operação no Terminal Gentileza:

  • 167 – Terminal Gentileza – Urca

Itinerário: Cinelândia, Glória, Praia do Flamengo, Praia de Botafogo, UFRJ (Praia Vermelha), UNIRIO, Bondinho do Pão de Açúcar.

 

  • 165 – Terminal Gentileza – Cosme Velho

Itinerário: Leopoldina, Cidade Nova, Túnel Santa Bárbara, Laranjeiras, Trem do Corcovado.

 

  • 161 – Terminal Gentileza – Ipanema

Itinerário: Leopoldina, Túnel Rebouças, Lagoa, Parque da Catacumba, Jardim de Alah, Praça Nossa Senhora da Paz.

 

  • 163 – Terminal Gentileza – Copacabana

Itinerário: Leopoldina, Túnel Rebouças, Humaitá, Cemitério São João Batista, Túnel Velho, Metrô Siqueira Campos.

 

  • SP265 – Marechal Hermes – Terminal Gentileza

Itinerário: Estação de Marechal Hermes, Largo do Sapê, Estrada do Portela, Madureira, Cascadura, Pilares, Cachambi, Del Castilho, Jacarezinho, Benfica, Largo da Cancela, Feira de São Cristóvão.

 

Linhas que já funcionavam no terminal:

  • Linha 104 (São Conrado – Terminal Gentileza)
    ● Linha 133 (Largo do Machado – Terminal Gentileza)
    ● Linha 301 (Terminal Gentileza – Barra da Tijuca)
    ● Linha 302 (Terminal Gentileza – Terminal Alvorada)
    ● Linha 353 (Terminal Gentileza – Gardênia Azul)
    ● Linha 108 (Terminal Gentileza – Jardim de Alah)
    ● Linha 110 (Terminal Gentileza – Jardim de Alah)
    ● Linha 112 (Terminal Gentileza – Alto da Gávea)
    ● Linha 606 (Terminal Gentileza – Engenho de Dentro)
    ● Linha SV 606 (Terminal Gentileza – Engenho de Dentro)

 

Multa por trânsito de veículos não autorizados nos corredores

De acordo com o Art. 184 do CTB (Código de Trânsito Brasileiro), os veículos que transitarem na faixa ou via de trânsito exclusivo, regulamentada com circulação destinada aos veículos de transporte público coletivo de passageiros, salvo casos de força maior e com autorização do poder público competente, estarão cometendo uma infração de natureza gravíssima, com multa no valor de R$ 293,47.

 

Avenida Brasil: Novo Sistema Integrado de Controle e Emergência ao longo do corredor Transbrasil

Com o objetivo de melhorar o fluxo do trânsito, diminuir congestionamentos e acidentes, a partir de sábado também entra em operação o novo Sistema Integrado de Controle e Emergência da Avenida Brasil, em paralelo ao trecho da Transbrasil de Deodoro ao Terminal Gentileza. A via ganhará novos equipamentos, sinalizações, além do aumento da força de trabalho.

– Aqui, no Centro de Operações, terá uma coordenação específica para a Avenida Brasil. Estamos implantando diversas câmeras na Avenida Brasil, num total de 186 câmeras. O trecho entre o Terminal Deodoro e o Terminal Gentileza será completamente monitorado por vídeo, os guardas municipais poderão aplicar qualquer tipo de multa utilizando as câmeras – explicou o chefe-executivo do COR, Marcus Belchior.

O sistema integrado funcionará no Centro de Operações Rio (COR) e vai contar com vários órgãos municipais, como CET-Rio, Mobi-Rio, Secretaria de Conservação, Comlurb, Secretaria de Ordem Pública (Seop) e Guarda Municipal.

A CET-Rio vai reforçar a operação de tráfego na Avenida Brasil, quando passam a valer as regras de operação da calha do BRT. A faixa junto ao canteiro central será de uso exclusivo do BRT, entre Deodoro e o Caju. Já a faixa seletiva (adjacente à faixa exclusiva), entre Irajá e Margaridas e o Caju, será dedicada aos ônibus, táxis e veículos de emergências (ambulâncias, bombeiros, polícia, operação e fiscalização de trânsito).

De acordo com a nova operação, a CET-Rio ainda passará a contar com reforço de equipes e reboques em suas duas bases operacionais na Avenida Brasil: uma localizada em Benfica, e a outra em Irajá, na altura do Trevo das Margaridas, que foi instalada prevendo o aumento de demandas com o fim das obras e permitindo uma melhor distribuição dos recursos e otimização dos deslocamentos das equipes ao longo de toda a via.

A operação passará a contar com 35 operadores de trânsito, 18 motocicletas, nove veículos operacionais e um caminhão munck. Também estarão disponíveis 16 reboques para rápida desobstrução da via em caso de qualquer necessidade. Até julho, haverá um acréscimo tanto de equipamentos, como a utilização total de 25 reboques e 29 motocicletas, quanto da força de trabalho.

Os reboques ficarão distribuídos ao longo da via em posições estratégicas, próximos dos pontos onde há o registro de maior quantidade de ocorrências com base nos dados de atendimentos realizados, o que permitirá uma otimização no tempo de deslocamento desses veículos.

As ações de monitoramento serão intensificadas através de rondas dos motociclistas e picapes, permitindo rápida identificação de qualquer ocorrência que possa interferir na fluidez no trânsito e imediato acionamento dos recursos necessários, como os reboques por exemplo.

Além das equipes em campo, também haverá reforço na operação de monitoramento, que contará com um total de 186 câmeras. No COR haverá uma equipe dedicada exclusivamente às ações na Avenida Brasil, com um monitoramento contínuo e em tempo real das condições de fluidez do trânsito e identificação visual de eventuais interferências na via, permitindo o direcionamento imediato e preciso das equipes na pista e o rápido acionamento de outros órgãos como bombeiros ou polícia, caso necessário.

Outra medida é a instalação de ampla sinalização vertical e horizontal, como pintura das pistas e instalações de placas, segregadores e pictogramas, com o objetivo de orientar os condutores sobre quais veículos são autorizados a transitar sobre o pavimento rígido (concreto), os limites de velocidade em cada trecho, e todas as informações necessárias para orientar os motoristas. Faixas e painéis de mensagens variáveis também irão reforçar a comunicação informando sobre as alterações viárias.

Importante destacar que a CET-Rio dispõe do telefone 0800 2828 664 (ligação gratuita) para o atendimento de emergência em caso de acidente e/ou enguiço mecânico. O serviço funciona 24 horas por dia durante todos os sete dias da semana.

 

Investimento de quase R$ 2 bilhões

Para fomentar a recuperação do Sistema BRT, a Prefeitura do Rio tem investido quase R$ 2 bilhões em parceria com o Governo Federal, que já possibilitaram a compra dos novos ônibus, a requalificação do corredor Transoeste e a construção de terminais e garagens públicas. Os investimentos foram adquiridos por meio de operações de crédito com o Banco do Brasil, no valor de R$ 1,2 bilhão, e com a Caixa Econômica Federal, de R$ 645,9 milhões.
A previsão é que todo o Sistema BRT esteja em pleno funcionamento no primeiro semestre de 2024. Somando os quatro corredores (Transoeste, Transcarioca, Transolímpica e Transbrasil), serão 141 estações, 15 terminais e 157 quilômetros interligando Zona Oeste, região da Barra da Tijuca, Zona Norte e Centro.

Jaé na Transbrasil

A partir deste sábado, todas as estações da Transbrasil contarão com o novo sistema de bilhetagem digital, o Jaé. Os passageiros terão à disposição dois validadores: o Jaé e o Riocard. O VLT também adota o Jaé, tornando-se o segundo modal a aceitar essa tecnologia. Desde julho do ano passado, quando foi implantado, o sistema operava exclusivamente no BRT como fase de teste.

Além do cartão físico, os usuários poderão pagar a passagem utilizando seus celulares por meio de um QR Code. O aplicativo Jaé está disponível para download nos sistemas Android e IOS, assim como é possível acessar o site para criar uma conta. Pelo aplicativo, os passageiros poderão verificar o saldo, extrato, recarregar, solicitar, bloquear, cancelar e solicitar uma segunda via do cartão. Importante ressaltar que, neste novo sistema, o saldo não possui prazo de validade, oferecendo aos usuários maior flexibilidade no uso dos créditos.

Categoria:

  • 28 de março de 2024
  • Marcações: Avenida Brasil BRT operação Prefeitura do Rio Transbrasil

    RELATED POSTS

    View all

    view all