limeiranoticias.com.br

Prefeitura do Rio lança a plataforma de vendas Compre.Rio para impulsionar a economia solidária na cidade – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

março 29, 2024 | by limeiranoticias.com.br

A plataforma Compre.Rio – Marcos de Paula / Prefeitura do Rio

A Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Solidário, deu um passo significativo rumo ao fortalecimento dos empreendimentos de economia solidária na cidade ao lançar, nesta quinta-feira (28/03), a plataforma de vendas Compre.Rio.  A iniciativa inovadora permitirá que empreendedores do setor tenham a oportunidade de comercializar produtos de maneira fácil e acessível na internet, sem o pagamento de taxas.

O acordo de cooperação técnica que viabiliza a plataforma foi assinado nesta quinta-feira, no Palácio da Cidade, com a participação do prefeito do Rio, Eduardo Paes, e do secretário de Desenvolvimento Econômico Solidário, Diego Zeidan.

– A gente tem que entender que a revolução digital está aí, não é um negócio do futuro. As plataformas já existentes, que permitem acabar com a intermediação nas relações entre as pessoas, foram muito espertas e usaram a tecnologia para fazer essa intermediação e lucrar. Mas se você pode fazer isso de maneira direta, sem cobrar taxa, que esse valor possa ser distribuído entre quem está produzindo e comprando, isso é muito melhor – disse Eduardo Paes.

A plataforma é intuitiva e amigável, permitindo que os trabalhadores de economia solidária vendam seus produtos de maneira conveniente e eficiente. Por ser online, a iniciativa promove ainda a inclusão digital e permite a capacitação de empreendimentos do setor para a venda online, facilitando o acesso aos mercados virtuais.

– A Compre.Rio é uma plataforma que aproxima o pequeno produtor do consumidor de maneira geral. Ela vem gerar mais renda, mais venda para o pequeno empresário, aumentando a receita de cada comércio, a qualidade de vida do comerciante. Ela dá mais oportunidade de negócio e de venda. O empreendedor faz o cadastro no site, sobe os produtos para vender e já encontra o consumidor – disse Diego Zeidan.

Artesã há mais de cinco anos, tendo na economia solidária sua principal fonte de renda, Maria Eulália Almeida Melo diz que a plataforma de venda online é um campo infinito para os empreendedores:

– A gente espera que essa iniciativa seja muito próspera, que possa levar a nossa arte a novos lugares, valorizar o artesanato e multiplicar as nossas vendas. Nas feiras, temos um bom público, mas é limitado. Hoje a venda online está ganhando muito espaço, quase que dominando. Para o artesão, que faz seu trabalho com tanto amor e carinho, essa é uma novidade infinitamente grandiosa e nos alegra demais, cria uma expectativa para aprendermos mais e mostrarmos aquilo o que a gente faz, mostrar o valor do artesanato e o valor do artesão.

Ao impulsionar o comércio local, a plataforma também pretende fomentar a geração de renda e emprego. E, por meio de campanhas publicitárias estratégicas promovidas pela Prefeitura do Rio, o projeto também reforçará a visibilidade e o reconhecimento dos produtos de economia solidária, ampliando as oportunidades de mercado.

Para a realização do projeto foi firmado um acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Solidário, e a Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar). Além disso, os Correios serão parceiros na distribuição dos produtos da plataforma, facilitando o acesso dos consumidores aos produtos oferecidos.

– É um golaço o lançamento de uma ferramenta moderna, inovadora e que vai atender a economia solidária, os artesãos, os produtores orgânicos e todos aqueles que às vezes enfrentam as barreiras das grandes ferramentas em marketplace – enfatiza o presidente da Codemar, Hamilton Lacerda.

Superintendente dos Correios, Paulo Penha ressalta que o projeto tem tudo para dar certo:

– Essa plataforma é dinâmica, dentro dos padrões do mercado e a custo zero para o artesão e o comerciante local. Seremos o braço logístico, com entregas de qualidade e dentro do prazo.

Sobre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico Solidário

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico Solidário da Prefeitura do Rio de Janeiro tem como missão promover políticas e programas que fortaleçam os empreendimentos de economia solidária, contribuindo para o desenvolvimento econômico e social da cidade por meio do Cadastro Municipal de Economia Solidária do Rio de Janeiro (CADSOL). Esse cadastro representa um reconhecimento formal do trabalho e da dedicação dos profissionais do artesanato no Rio de Janeiro, garantindo-lhes acesso a benefícios e oportunidades por meio da Carteira do Artesão Carioca. Sem contar com o circuito de Feiras Rio EcoSol e do Circuito de Feiras Orgânicas.

Marcações: compre.rio Economia Solidária Prefeitura do Rio prefeitura do Rio de janeiro

RELATED POSTS

View all

view all