limeiranoticias.com.br

Samba do Grupo Dona da Rua agita noite no Teatro Municipal

março 22, 2024 | by limeiranoticias.com.br

João Paulo Sardinha


Fundação Cultural Cassiano Ricardo

Chegou a hora de cair no samba! Uma boa pedida para este sábado (23), às 20h, é batucar com o Grupo Dona da Rua, que encerra a turnê do disco ‘Samba-Revolução’ com um show gratuito no Teatro Municipal, região central de São José dos Campos.

O show, comandado Helô Ferreira, Juliana Rodrigues e Lívia Barros, valoriza a força da produção musical de mulheres. O espetáculo é livre para todos os públicos.

No repertório, destacam-se a canção “Pequena”, composta pelas integrantes do grupo, músicas de Lívia Barros (“Me deixa partir em paz”, “Deriva”, “Que venha em mim” e “Justiça”), parcerias de Lívia com Sara Fernandes (“Vai”) e Evandro dos Reis (“Janelas e Parapeitos”), além das faixas “Primeira estrela” (Manu da Cuíca e Marina Íris), “Filha da luta” (Guilherme Bandeira) e “Modo poesia” (Maíra da Rosa, Amanda Lima, Laís Oliveira e Daniel Perez).

“Como educadora e artista, observo que há uma restrição no acesso ao debate público sobre o papel das mulheres na arte, especialmente da arte protagonizada por mulheres negras. Essas discussões estão restritas a um universo intelectual e não alcançam o grande público, jovem ou não. Penso que quantos mais grupos de mulheres conseguirem divulgar suas lutas por meio da música, mais possibilidades do debate alcançar outros espaços”, afirma Lívia Barros.

Lívia destaca o poder do samba como instrumento para reflexões sobre o país. “O samba, com sua infinidade de questões e possibilidades de enfrentamento, suas histórias, suas metáforas da vida, suas visões de mundo, seus autores e autoras, suas ironias e subversões deveria ser central para compreender um país que tem o machismo e o racismo como problemas, marcas, traumas de sua identidade. Por isso, gravar um disco de composições de samba que propõe essas reflexões significa sobreviver e valorizar nossas histórias de luta por uma vida mais justa”, avalia a multiartista.

Show

Com recursos do ProAc (Programa de Ação Cultural) e apoio da FCCR (Fundação Cultural Cassiano Ricardo) e Prefeitura de São José dos Campos, o show reúne Lívia Barros (voz), Helô Ferreira (violão 7 cordas) e Juliana Rodrigues (piano), que mostram as dez canções do disco (oito delas inéditas), acompanhadas das percussionistas Simone Gonçalves, Mô Trindade e Monalisa Madalena, da baixista Bruna Duarte, e de Estela Paixão e Eloiza Paixão (coro).

Projetos

Helô, Juliana e Lívia são parceiras e desenvolvem, por meio do Dona da Rua e em iniciativas individuais e com outros coletivos, uma série de ações para difusão, estudo e debate sobre a presença das mulheres no campo da criação musical no Brasil.

Criado em 2018, o Dona da Rua fortalece a representatividade da mulher, trazendo um repertório que é um manifesto contemporâneo de mulheres no samba com temas ligados à luta histórica feminista e à diversidade rítmica e estilística brasileira marcada pela musicalidade diaspórica negra.

Desde então, tem presença marcante em eventos na região do Vale do Paraíba e Alto Tietê. O Samba das Mulheres, encontro de sambistas realizado na Associação Cultural Casarão da Mariquinha, em Mogi das Cruzes, foi o início de uma trajetória de engajamento que vem crescendo.

Virada Cultural de São Paulo, Festival Cancioneiras, Encontro Nacional Mulheres na Roda de Samba, Cena de Mulher, shows no circuito Sesc e na agenda da FCCR são alguns dos projetos desenvolvidos ou com participação das artistas.

O disco

O projeto Samba-Revolução foi premiado pelo ProAc no edital 18/2021, que consiste na gravação e licenciamento de um material audiovisual para ser exibido na plataforma #culturaemcasa.

O álbum foi gravado entre novembro de 2021 e junho de 2022 em três estúdios: as vozes, percussão, violão, coro e baixo no Emam (Estúdio Municipal de Áudio e Música de Mogi das Cruzes); o piano, no Estúdio Henning (São Paulo); e a faixa “Primeira Estrela” teve vozes e cuíca gravadas no estúdio Méier (Rio de Janeiro). Maira da Rosa, Raquel Tobias e Bruna Prado também participam do disco.

O show Samba-Revolução circulou pelo estado no final de 2022 e em 2023, passando por Ubatuba, São Paulo, Suzano e Mogi das Cruzes, em projeto também financiado pelo ProAc.

Serviço

Encerramento da turnê “Samba-Revolução”, do grupo Dona da Rua

Data: 23 de março
Horário: 20h
Local: Teatro Municipal de São José dos Campos (Rua Rubião Júnior, 84 – Centro – 3º piso do Shopping Centro)
Classificação: Livre
Entrada: gratuita


MAIS NOTÍCIAS

Fundação Cultural Cassiano Ricardo

RELATED POSTS

View all

view all