limeiranoticias.com.br

Atividades esportivas da Vila Olímpica da Prefeitura de Nova Iguaçu transformam a vida de 21 jovens com transtorno do espectro autista

April 2, 2024 | by limeiranoticias.com.br

Atividades esportivas da Vila Olímpica da Prefeitura de Nova Iguaçu transformam a vida de 21 jovens com transtorno do espectro autista




Nesta terça-feira (2) é celebrado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. A data tem um significado especial em Nova Iguaçu, onde um projeto esportivo na Vila Olímpica do município vem transformando a vida de 21 jovens com transtorno do espectro autista (TEA), com atividades de atletismo e, mais recentemente, de futsal e basquete.

 

“Tivemos autistas que evitam conviver com outras pessoas, mas depois que começaram a fazer as atividades esportivas na Vila Olímpica a vida deles se modificou. Eles passaram a ter uma melhor qualidade de vida, com mais disciplina e concentração, por exemplo”, afirmou o coordenador de atletismo da Vila Olímpica, o professor Jorge Roberto Silva. “Além de oferecer mais saúde e coordenação motora, o atletismo é uma espécie de segunda casa deles, com uma nova família para estes jovens, que precisam cada vez mais ser respeitados”.

 

Um dos atletas com transtorno de espectro autista é Caio Guilherme Rodrigues Nunes, de 18 anos, que mora com a avó Sandra Chagas Rodrigues e treina na Vila há três anos. O jovem, que hoje vive feliz e interage com outros alunos, já venceu uma depressão.

 

“Desde que o Caio entrou para o atletismo a vida dele se modificou positivamente. Antes, ele não conseguia sequer se adaptar à escola, não brincava, não se concentrava, tinha depressão e falava em morrer, mas agora ele encontrou a alegria e quer viver. É um adolescente mais concentrado e dedicado, tanto  que não gosta de faltar um dia no atletismo”, comentou a avó do menino.

 

Caio, que tem o sonho de correr ao lado do ídolo Petrúcio Ferreira, velocista paralímpico brasileiro considerado o mais rápido do mundo, também quer se tornar um atleta.

 

“Quero ser cada vez mais veloz. Passei por muitos bocados na minha vida, mas eu me encontrei no esporte para viver melhor”, disse Caio.

 

As aulas de atletismo para quem tem transtorno do espectro autista acontecem de segunda a sexta-feira no período da manhã e à tarde. Para se matricular, basta procurar a Vila Olímpica de Nova Iguaçu, na Avenida Governador Portela.

Para o subsecretário de Governo de Nova Iguaçu, Rafael Reina, pai de Arthur, de 11 anos, que também tem transtorno do espectro autista, o Dia Mundial de Conscientização do Autismo é uma data para que todos possam conhecer o autismo e saibam da importância de detectar o quanto mais cedo possível os sinais do distúrbio.

 

“Quanto mais cedo a gente consegue identificar o autismo, maior é nossa capacidade de desenvolver ações para melhorar a qualidade de vida dessa pessoa. Conviver com uma criança com autismo é aprender diariamente, pois achamos que estamos ensinando, mas, na verdade, estamos aprendendo. O pai de um autista vê a vida completamente diferente. Saímos de uma bolha e entramos em uma outra dimensão. Por isso, essa data merece muito respeito e atenção em todo mundo”, comentou.

 

Para celebrar a data, no próximo sábado (6), a Prefeitura de Nova Iguaçu vai realizar a segunda Corrida Divertida para pessoas de todas as faixas etárias, a partir das 8h, na Praça Vitória, no Bairro da Luz. Serão oferecidos serviços sociais como a emissão de identidade para pessoa com deficiência, CadÚnico, entre outros serviços.

RELATED POSTS

View all

view all