NOTÍCIAS

Agência Minas Gerais | Jovens da rede estadual de Minas podem se inscrever no projeto Passaporte Mineiro do Conhecimento até sexta-feira (5/7)

Estudantes da rede pública estadual de ensino de Minas Gerais têm até esta sexta-feira (5/7) para se inscrever no projeto Passaporte Mineiro do Conhecimento, uma iniciativa do Governo de Minas que oferece bolsas de intercâmbio estudantil com todas as despesas pagas pelo Estado. O projeto permite estudar o 2º ano do ensino médio em diversos países ao redor do mundo. As inscrições devem ser feitas através do formulário disponível neste link.

O público-alvo do projeto são estudantes matriculados no 1º ano do ensino médio em Tempo Integral (Emti) de 112 escolas da rede estadual que foram pioneiras na implementação desta modalidade de ensino. Para consultar a lista de escolas participantes e seus respectivos municípios, clique aqui.

Ao todo, serão disponibilizadas 90 vagas. Dessas, 50 serão destinadas a escolas localizadas em diversas regiões do estado, enquanto as outras 40 estão sendo preenchidas por estudantes de escolas estaduais em Ibirité, cidade onde está sediada a Fundação Helena Antipoff (FHA), responsável pela execução do projeto desde sua concepção há seis anos, quando foi implementado como piloto na Escola Sandoval Soares de Azevedo.

O intercâmbio oferece uma experiência intercultural única, proporcionando aos estudantes da rede pública de Minas Gerais a oportunidade de morar fora do Brasil por um ano, cursando o 2º ano do ensino médio e conhecendo culturas, costumes, tradições, línguas e saberes de outros continentes. Essa experiência enriquece significativamente o currículo dos participantes ao retornarem ao Brasil para concluir o 3º ano do ensino médio.

As bolsas de estudos cobrem todas as despesas, incluindo custos pessoais, passagem aérea, acomodação, seguro saúde e taxas relacionadas às instituições de ensino internacionais. Isso proporciona aos estudantes acesso a diferentes conhecimentos e culturas, conectando Minas Gerais ao mundo através do conhecimento.

Para se inscrever, os alunos devem atender aos requisitos do projeto, como não ter tido reprovações ao longo de sua trajetória escolar, participação ativa em atividades escolares e extracurriculares, frequência acima de 75% no ano anterior e média global de notas superior a 70%.

Os países contemplados incluem Itália, França, Suíça, Alemanha, Finlândia, Bélgica, Japão, Canadá, Estados Unidos, Argentina, entre outros. Confira o regulamento do projeto neste link.

Investimento

O projeto, coordenado pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) em parceria com a Fundação Helena Antipoff (FHA), recebe um investimento total de R$ 6,3 milhões.

O Passaporte Mineiro do Conhecimento é a expansão bem-sucedida do projeto Cidadão Global, que teve início na Escola Estadual Sandoval Soares de Azevedo, integrante do complexo da FHA em Ibirité, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

Resultado das inscrições

O resultado das inscrições dos estudantes selecionados será divulgado em 19/7 nos sites da SEE/MG e da FHA, além de ser disponibilizado nos murais das escolas participantes e enviado para o e-mail cadastrado pelo estudante no ato da inscrição.

Dúvidas adicionais podem ser esclarecidas pelo e-mail passaporte.mineiro@fha.mg.gov.br.

Próxima etapa

Após a seleção, os estudantes viajarão para o país de destino para cursar o 2º ano do ensino médio, retornando à sua escola estadual de origem no Brasil para completar o 3º ano e finalizar seus estudos regulares.

Os selecionados este ano iniciarão seu intercâmbio em 2025, dividido entre o primeiro e segundo semestres do próximo ano. Além das disciplinas regulares, os participantes também terão aulas de conversação básica em inglês e espanhol.